Menino que foi queimado pelo padrasto em Ribeirão das Neves segue em estado grave

O menino de 11 anos que foi queimado pelo próprio padrasto durante a madrugada desta sexta-feira (7), em Ribeirão das Neves, na Grande BH, ainda corre risco de morte e permanece internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) infantil do Hospital Pronto Socorro João XXIII. Inicialmente, a Polícia Militar havia informado que a criança havia tido 80% do corpo queimado. Porém, de acordo com a assessoria de imprensa do HPS, os médicos constataram que 60% do corpo do paciente apresenta queimaduras de 1º, 2º e 3º grau.

Por volta de meia noite, M.S.G foi acordado pelo padrasto, que estava bêbado e tirou a criança à força do quarto dela e a levou para outro cômodo da residência, localizada no bairro Lidice. Em seguida, Edson da Silva Ribeiro, de 27 anos, jogou álcool no menino a ateou fogo.

Primeiramente, o socorro foi feito por policiais, que encontraram com uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) durante o trajeto até ao hospital. Segundo os militares do 40º batalhão, o crime foi denunciado pelo próprio autor. Edson da Silva, que já tinha passagens pela polícia, foi preso em casa e não revelou o motivo pelo qual tentou matar o enteado.

Na hora do crime, a mãe da criança estava dormindo e só acordou com os gritos de socorro do menino, assim como os irmãos dele.

Edson da Silva foi encaminhado à Delegacia de Plantão de Ribeirão das Neves.

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s