Com contas reprovadas, PT fica sem R$ 3,8 mi

São Paulo. Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desaprovaram as contas do PT referentes a 2005 e, com isso, o partido ficará, por um mês, sem os R$ 3,8 milhões do Fundo Partidário. O valor representa quase 5% do total recebido pelo partido do fundo em 2005: R$ 24 milhões.

De acordo com o relator, ministro Gilson Dipp, a sigla foi várias vezes notificada para sanar as irregularidades apontadas pelo TSE. “O partido não sanou as irregularidades, mesmo com muitas oportunidades”, afirmou.

Dipp disse que o PT não apresentou informações complementares de pagamento de passagens e diárias no valor de R$ 166 mil, usou indevidamente recursos do Fundo Partidário para o pagamento de contas de telefones particulares, multas de trânsito e bebidas alcoólicas, no total de R$ 11 mil, e deixou de registrar o valor de R$ 1 milhão pago à Companhia de Tecidos Norte

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s