CHUVA E CAOS: Tempestade mostra a falta de estrutura e de investimentos em Ribeirão das Neves

26 de março de 2012  http://www.nevesnews.com
RUSH5

A forte chuva que caiu em Ribeirão das Neves no final da tarde de deste domingo (25/03) causou transtornos para os Nevenses e para as pessoas que utilizavam a cidade como passagem para outros municípios. No centro da cidade a situação ficou crítica com transbordamento de um córrego que corta a região. Devido às fortes tempestades, a maioria dos bairros ficou às escuras. O Black- out atingiu até o centro. Por volta das 20:00 horas a praça central estava deserta e o comércio teve que improvisar. Mesmo com a escuridão, Bares tradicionais mantiveram as portas abertas e os clientes foram servidos à luz de velas. Para continuar atendendo, uma Drogaria 24 horas teve que providenciar um gerador que foi utilizado até o retorno da energia da CEMIG.

No trecho da LMG 806 entre o centro e a BR 040, o sistema de escoamento de um córrego que passa sob a rodovia não comportou o volume das águas e alagou parte da via, deixando uma grande cratera que comprometeu parte da pista. O trânsito no trecho ficou parado durante 03 horas, causando revolta nos motoristas, passageiros de coletivos e transeuntes. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para controlar o início de tumulto que se formou.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar controlaram o princípio de tumulto e o trânsito que ficou paralisado. No local não havia nenhum agente da Transneves ou da prefeitura.

Mesmo com o trânsito tumultuado, motoristas e motociclistas tentaram enfrentar a forte enxurrada e alguns acabaram parados no meio da água. A Transneves também foi acionada, mas o órgão municipal de gerenciamento de trânsito não possui plantão em período noturno e durante os fins de semana.

Por volta das 21:00 h o trânsito foi liberado parcialmente já que metade da pista ficou comprometida. O corpo de Bombeiros retornará ao local para fazer uma avaliação sobre as condições de tráfego e segurança na via, mas como na rodovia o fluxo de ônibus, caminhões e outros veículos pesados é intenso, inspeções superficiais assinalam que a pista não irá oferecer condições de tráfego pois sob o asfalto onde passa o canal, formaram-se imensos bolsões e o asfalto começou a ceder.

Clique neste link e veja as fotos

Reportagem Marcos Figueiredo

Fotografia Gilberto Pereira

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s