Mais de mil peixes criados em presídio de Ribeirão das Neves serão doados a instituições carentes nesta terça

Mil e quinhentas tilápias, aproximadamente 1.200 kg de peixe, serão retiradas do açude do Presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, para serem doadas. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS), os peixes serão entregues ao Banco de Alimentos da cidade, que fará distribuição para instituições carentes da região.

Conforme a Seds, a doação ocorrerá nesta terça-feira (7) e contará com a presença do governador do Estado de Minas Gerais, Antônio Anastasia, do ministro da Pesca e Aquicultura, Luiz Sérgio Nóbrega de Oliveira, e do secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada.

O Presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, é o primeiro do país a produzir peixes dentro de uma unidade prisional. Os próprios detentos trabalham no açude e na criação dos peixes.

Segundo a SEDS, Minas Gerais é o Estado do país que tem, em números percentuais, o maior número de presos trabalhando. Atualmente, mais de 11 mil detentos realizam atividades profissionais enquanto cumprem pena. As atividades são variadas. Pelo trabalho, os presos recebem remição de pena – a cada três dias trabalhados, um a menos no cumprimento da sentença – e, em muitos casos, remuneração (normalmente, ¾ do salário mínimo).

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s