Novo ministro das Cidades omitiu ser sócio em empresas

Ministro registrou firmas dez meses antes de declarar bens à Justiça
Brasília. Anunciado pelo Palácio do Planalto como novo ministro das Cidades, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) ocultou da Justiça Eleitoral nas últimas eleições o fato de ser dono de quatro empresas. Duas delas têm atuação na área da construção civil e incorporação de imóveis, atividades ligadas à pasta que ele comanda oficialmente a partir de hoje. O Ministério das Cidades tem como um de seus carros-chefe as ações na área da habitação social e é um dos responsáveis pela execução do programa Minha Casa, Minha Vida.

Três das empresas têm como sede o escritório político de Aguinaldo, em João Pessoa. De acordo com reportagem do jornal “Folha de S.Paulo”, apesar de ativas na Receita Federal e na Junta Comercial da Paraíba, elas não funcionam no local. Dois funcionários que trabalhavam no escritório mexiam na documentação de uma quarta empresa, a River Comunicações Ltda., que tem sede em Campina Grande, no interior da Paraíba.

Todas as quatro firmas foram registradas na Junta Comercial entre setembro e outubro de 2009, dez meses antes da data em que Aguinaldo Ribeiro entregou sua declaração de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A Justiça Eleitoral obriga os políticos a declarar seus bens e participações em empresas quando formalizam suas candidaturas, mas omitir bens ao TSE não é crime.

A relação de bens do novo ministro omite a participação de Aguinaldo nas empresas Vilaggio Urbanismo Ltda., Rio Verde Properties Construções e Incorporações Ltda., Avpar Participações Ltda. e River Comunicações Ltda.

Ribeiro chegou à condição de indicado à vaga de Mário Negromonte (PP-BA) no Ministério das Cidades por sua eficiência como líder do PP na Câmara, já que conseguiu a difícil missão de pacificar a bancada.
 

Participação
Capital não declarado é de R$ 76 mil
As quatro empresas do deputado Aguinaldo Ribeiro não declaradas à Justiça Eleitoral possuem um capital social total de R$ 180 mil. A participação do novo ministro no capital delas é de R$ 76 mil, no total.

A Vilaggio e a Rio Verde têm como objeto social a atuação na construção civil e na incorporação de imóveis. Na Vilaggio, Aguinaldo Ribeiro é sócio do empresário do ramo imobiliário de João Pessoa Diógenes Araújo Lins, dono de uma das maiores imobiliárias da cidade. Nas outras empresas, o novo ministro das Cidades tem como sócia sua mulher, Ana Rachel Trajano Queiroz.

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s