Polêmica sobre os gastos do vereador Léo Burguês vira marchinha de carnaval
Léo Burguês justificou gastos de mais de R$60 mil reais com notas fiscais do bufê de sua madrasta

Circula nas redes sociais uma marchinha de carnaval que satiriza o episódio envolvendo o presidente da Câmara dos Vereadores de Belo Horizonte, Léo Burguês (PSDB), e os recursos para a verba de gabinete que teriam sido direcionados à compra de lanches no bufê de sua madrasta. Reportagem do jornal O TEMPO revelou que as verbas direcionadas para a minimercearia chegam a R$62 mil entre 2009 e 2011.

A marchinha, chamada “Na Coxinha da Madrasta”, ironiza a justificativa de gastos da verba indenizatória do vereador, que teria usado notas fiscais do bufê para explicar o emprego de uma verba equivalente a cerca de R$1,5 mil por dia no período, sob a rubrica “lanche”. A quantia seria suficiente para comprar cerca de 3 mil coxinhas diariamente.

Clique aqui para ouvir a marchinha, que vai embalar o primeiro ensaio do bloco Praia da Estação, neste fim de semana.

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s