Computadores, documentos e R$ 280 mil são apreendidos durante operação em Caratinga

MPMG investiga possível pagamento de propina a vereadores para aprovação de projetos de lei de interesse do Poder Executivo

Terminou por volta das 16h desta terça-feira, 24 de janeiro, uma operação no Município de Caratinga, região Leste do Estado, cujo objetivo foi cumprir medida cautelar de busca e apreensão de documentos e computadores, requerida pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e deferida pelo Poder Judiciário, em investigação sobre suposto esquema de pagamento de propinas a vereadores para aprovação de projetos de lei de interesse do Poder Executivo.

Foram apreendidos 15 computadores, documentos e R$ 30 mil em espécie. Duas armas – um revólver calibre 38 e uma carabina – além de munição, e R$ 250 mil em cheques foram apreendidos na residência do ex-secretário de Desenvolvimento Urbano de Caratinga, um dos alvos da investigação.

Com exceção das armas e da munição, que ficarão sob a guarda da Polícia Civil de Caratinga, todo o material apreendido está sendo trazido a Belo Horizonte onde será periciado.
Foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Caratinga. A 2ª Promotoria de Justiça de Caratinga, o Grupo Especial de Promotores de Justiça de Defesa do Patrimônio Público (Gepp) e o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Combate ao Crime Organizado (Caocrimo), órgãos do MPMG, realizaram a operação em parceria com a Polícia Militar e Poder Judiciário daquela cidade.

Participaram da operação cinco membros e 18 servidores do MPMG, 15 oficiais de justiça e 36 policiais militares.

As investigações do MPMG tiveram início a partir do recebimento de arquivos de mídia contendo vídeos sobre o suposto pagamento de propina. Parte dos vídeos mencionados foi divulgada pela imprensa e na internet no final do ano de 2011.
As apurações atualmente tramitam sob sigilo.

Assessoria de Comunicação do Ministério Público de Minas Gerais – Núcleo de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/8166/9534   Siga a Asscom no Twitter: @AsscomMPMG 24/1/12
(Patrimônio Público/Caratinga – Final da operação que investiga suborno) AL
Fonte: Grupo Especial de Promotores de Justiça de Defesa do Patrimônio Público

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s