MP denuncia Marcos Valério por fraude

Salvador. O Ministério Público da Bahia denunciou à Justiça o empresário mineiro Marcos Valério Fernandes e mais 34 suspeitos de participação em um esquema de grilagem de terras na região Oeste do Estado.

Segundo os promotores, diversas quadrilhas, que nem sempre tinham ligação entre si, atuavam no esquema de criação de matrículas e registros falsos de imóveis que, às vezes, nem existiam. Valério e seus sócios são acusados pelos crimes de formação de quadrilha, falsidade ideológica, uso de documentos falsos, entre outros.

O empresário mineiro, que ficou conhecido durante o escândalo do mensalão, chegou a ser preso em dezembro do ano passado, em Belo Horizonte, quando a polícia deflagrou a Operação Terra do Nunca, mas foi solto dias depois.

Durante a investigação do mensalão, descobriu-se que Valério adquiria os títulos falsos com o objetivo de utilizá-los como garantia para cobrir dívidas de duas de suas agências de publicidade – a DNA e a SMPB.

O advogado do empresário, Marcelo Leonardo, disse ontem que não poderia comentar o assunto porque não teve acesso ao teor da denúncia. Segundo o defensor, o Ministério Público da Bahia havia entregue a denúncia em dezembro para o juiz e, só agora, os promotores resolveram divulgá-la.

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s