Reunião acaba em pancadaria na Câmara Municipal de Mato Verde – Política – Hoje em Dia

Reunião acaba em pancadaria na Câmara Municipal de Mato Verde Edgard Davi Melo (PSDB) dá socos em Wanderlino Souza (PHS) durante explanação da investigação. Veja vídeo Girleno Alencar – Do Hoje em Dia – 26/11/2011 – 19:34 REPRODUÇÃO Edgard Davi é acusado de emitir notas frias no valor de R$ 250 mil para nova sede da Câmara MONTES CLAROS – Uma reunião ordinária, convocada para apurar denúncias de desvios de verbas na Câmara Municipal de Mato Verde, no Norte de Minas, acabou em pancadaria. Um dos vereadores denunciados, o secretário da Casa, Edgard Davi Melo (PSDB), desferiu socos no presidente do Legislativo, vereador Wanderlino Souza (PHS), durante a explanação das investigações já iniciadas pelo Ministério Público Estadual (MPE). Todo o ocorrido foi filmado e postado em sites na internet. O agressor teve que ser contido por dois policiais militares que faziam a segurança do local. Eles deram voz de prisão a Edgard, que foi encaminhado ao Destacamento Policial e depois liberado para apresentação na delegacia local. Com a paralisação da reunião, não houve decisão sobre o encaminhamento da denúncia. Como o Hoje em Dia adiantou em sua edição de 24 de julho, Edgard e o vereador Júlio César da Paixão Silva (PSDB) teriam emitido, segundo o MPE, durante seis anos, notas frias no valor total de R$ 250 mil para a construção da nova sede da Câmara, mas até hoje as obras não foram iniciadas. Existe apenas um alicerce inacabado coberto por um denso matagal no lote doado pela Prefeitura ao Legislativo. A construção do imóvel deveria ter sido iniciada há três anos, quando Edgard presidia o Legislativo. O Executivo já requereu devolução do lote, já que o prazo para início das obras expirou. O Ministério Público suspeita, ainda, que parte do dinheiro desviado, cerca de R$ 20 mil, teria sido investido em material de construção. Com a não construção da sede, os produtos teriam sido desviados para obras particulares dos parlamentares, como reformas em imóveis urbanos e rurais. As denúncias sugiram quando moradores solicitaram esclarecimentos sobre a obra aos vereadores, quando o atual presidente repassou o caso para as comissões responsáveis. Ficou decidido, então, que os dois vereadores não votariam na reunião dessa sexta-feira, sendo convocados seus respectivos suplentes: Cristiano Barbosa Filho e Antônio Luiz Fagundes Meireles. Atualmente, a Câmara funciona em um imóvel alugado por um valor mensal aproximado de R$ 545. Lá, os nove vereadores, que recebem salário bruto de R$ 1.950 por mês, com exceção do presidente, que tem um adicional de R$ 800, se reúnem duas vezes por mês. O Ministério Público também apura supostos gastos ilícitos, como notas fiscais de R$ 6 mil para serviços de táxi e superfaturamento nas compras de material de escritório da Casa. Além das denúncias envolvendo os vereadores, o Executivo também foi alvo recentemente de investigação do Ministério Público. No final de junho, a juíza Gisélia Milene Santos, da comarca de Monte Azul, acatou a ação impetrada pela promotoria local, culminando no afastamento temporário da então prefeita Beatriz Fagundes Alves (PT), de seu filho Renato Fagundes Alves, tesoureiro da prefeitura, e alguns secretários. Todos acusados de lesar o erário municipal em R$ 2 milhões. Ela retornou à prefeitura em outubro passado e a Câmara aguarda apenas as assinaturas dos dois vereadores tucanos, Edgard e Júlio César, para instaurar a comissão parlamentar de inquérito (CPI) para decidir sobre a cassação da prefeita. Ambos são da base aliada da petista. . Tags: Câmara, Mato Verde, corrupção, MPE, pancadaria

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s